“Dar gelo” nas pessoas não deve ser atitude de cristão

Na abertura da novena de São Francisco – 2012, nosso bispo Dom Paulo nos disse: “Precisamos imitar as virtudes de São Francisco, em especial seu temperamento amável”.

Não dá para viver em fraternidade dando “gelo” nas pessoas, é preciso ter um coração mais amável. Vejo que a resposta para que eu esteja aberto a todos, o próprio Dom Paulo deu no início da homilia quando diz:

“Igreja não é sindicado, não é clube, não é empresa. A Igreja é uma comunidade de irmãos, não irmãos formados pelo sangue ou pela genética, mas de irmãos formados pela acolhida da Palavra.”

Lembro-me também das palavras de São Paulo: “Nós, muitos,somos um só corpo em Cristo” (Rm 12, 5)”. Ora, se a Igreja é um corpo, deve necessariamente ser um todo sem divisão. Quando estou convencido desta verdade Igreja = Corpo de Cristo minha vida em comunidade é transformada.

 [“na Igreja os membros não vivem cada um para si, mas socorrem-se e auxiliam-se uns aos outros “– Papa Pio XII]

Recentemente fiz uma pequena cirurgia para extrair umas verrugas em alguns dedos das mãos, foi algo bem simples, a médica queimou as verrugas e como ficou na carne viva tive que tomar alguns cuidados na cicatrização, disso tudo aprendi algumas coisas como por exemplo: apesar de ser apenas um pequeno corte no dedo percebi o quanto fez falta deixar de usar o dedo, dificultou meu trabalho, alimentar, dirigir, fez muita falta para meu corpo. Cuidei bem dele seguindo as instruções médicas e usando os medicamentos para ajudar a cicatrizar.

Assim é a Igreja: se alguém se afasta e e eu não cuido dele, todo o corpo irá sofrer, se alguém erra e dou um “gelo” todo o corpo sofre, vejam bem, se eu não tivesse cuidado para que cicatrizasse meu dedo, ele iria infeccionar e eu poderia até morrer por uma infecção ou perdê-lo para sempre, assim é a vida em comunidade é preciso cuidar, pastorear os que estão por qualquer motivo afastados, pois: “quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele”.

Finalizo o texto recordando a Encíclica Mystici Corporis do Papa Pio XII

 “O corpo requer também multiplicidade de membros, que unidos entre si se auxiliem mutuamente. E como no nosso corpo mortal, quando um membro sofre, todos os outros sofrem com ele, e os sãos ajudam os doentes; assim também na Igreja os membros não vivem cada um para si, mas socorrem-se e auxiliam-se uns aos outros, tanto para mútua consolação, como para o crescimento progressivo de todo o Corpo.”

 

Por: Samuel Rodrigues.

G.O. Ágape – RCC Uberlândia

About these ads

Uma resposta para ““Dar gelo” nas pessoas não deve ser atitude de cristão

  1. Pingback: Reveja os Posts mais Acessados em 2012 | Grupo de Oração Ágape·

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s